terça-feira, 12 de agosto de 2008

Far away from vintage


Sabem que eu adoro vintage, né? Incluo acessórios da vó (sério, da minha avó mesmo) para compor looks contemporâneos, e como num passe de mágica, o visual ganha uma personalidade única, por contar com uma peça que não está no mercado, que ninguém viu na vitrine e muito menos corre-se o risco de ver alguém com algo igual. Mas minha mãe tirou do fundo do baú uma foto que me fez refletir que vintage é bom, mas só o que faz um revival dos anos 70, 60 e que o limite dessa busca ao antigo é a década de 40. Porque antes disso, não há nada de muito atraente na moda feminina. Essa foto, é da minha bisavó, Marietta Ávila, com 18 anos, às vésperas de seu casamento, em 1919. Ninguém quer voltar a usar espartilho, não é? E vestidos longos com botões do pescoço ao pé e cabelos presos (porque mocinhas de família jamais andavam com cabelons ao vento) ninguém merece. Moda jovem, nem pensar... Isso foi invenção dos anos 50, com o nascimento do rock, os movimentos culturais... Antes disso não se distinguia, pela roupa, uma moça de 18 de uma senhora de 50. Mas tirando as críticas, até que minha bisa era bem charmosa. E disseram alguns, parecida comigo. Ou melhor, eu com ela. Amei!

5 comentários:

Tania Pimenta disse...

um charme sua bisa, Marilia
beijins

Bianca disse...

Pensando bem, até deu vontade de fazer uma sessão "nostalgia" no meu flick, também com a fotinho dos meus antepassados.

Marília disse...

faz sim, Bibi! acho o máximo! é uma nostalgia terapeutica, faz muito bem pra alma. bjs!

Anônimo disse...

Uma deliciosa revival!!!Sua bisa era muito charmosa e elegante.São predicados que precisamos manter e aprimorar contínuamente.Bjs!

Lívia disse...

Se bem que tem muita coisa da era vitoriana na moda...as manguinhas bufantes perto do ombro e apertadas no antebraço...o alicismo (babados, camafeus, relógios de bolso,etc)...os oxfords de salto...só que hoje a gente mistura isso tudo com calça jeans!