terça-feira, 25 de novembro de 2008

Daslu fast-fashion

A nova empreitada de Eliana Tranchesi e Donata Meireles e suas filhotas Luciana e Heleninha Bordon (não me pergunte se figuras decorativas ou atuantes) é bem do tipo: "é, a crise chega para todos, temos que nos adaptar". A 284 , linha jovem da Daslu e com precinhos bem mais camaradas do que sua loja-mommy , promete mini-coleções periódicas e tem o mesmo espiríto da H&M, Zara, Mango, etc. Bem no estilo Obama (que por sinal ganhou t-shirt homenagem na coleção de estréia com o dizer Obama Rocks): "YES, WE CAN". Sim, você pode entrar na Villa Daslu e sair com umas boas três sacolas repletas de it-roupitchas! Camisetas a 60 reallyties, tops feshta-cocktail paetê de cento e poucos, gladiadoras rasteiras e espadrilles anabelas (hit hit hit do verão) a 198 unidades da moeda corrente nacional. Mais barato que Arezzo, vamos combinar? Sim, podemos. Foi bem divertido o lançamento. No telão, um making off da Naomi Campbell fotografando a campanha da marca, vendo fotos com o diretor Giovanni Bianco, no tititi com a amiga Donata... AH! E eu vi a nega!!! Mára! Falem o que for, não haverá outra black power no cenário fashion tão cedo... Chanel Iman que me perdoe. E o lance era tão "cooompre batoooom, coooompre batooom" que todo mundo tinha de passar pelo caixa invariavelmente para ir embora, pois era lá que o ticket do estacionamento era "abonado" (for free, plz, né?). Enfim, na fila (siiim, tinha fiiila) a consumidora se vê diante de bijouxs, balangandãs, cacarequinhos que vai querer somar à sua compra. No balcão tem até trident, twix, pirulitos e paçoquinhas Amor... Eu própria não resisti e adquiri uma pulseira estilo marfim, bem India style, que gosto pouco.... Me lembrou sabe o que essa profusão de produtos e essa atmosfera de paraíso feliz e despreocupado de compras onde você pode se divertir sem se endividar? TOPSHOP (E todas as similares, mas essa em especial). Vi no plasma de frente ao caixa (informação de todos os lados) a seguinte frase que muito me intrigou TOPSHOP coming soon to 284. ATÉ QUE ENFIM OUVIRAM NOSSAS PRECES!!!!!!! Delícia. E pra quem ainda está se perguntando "mas porque diabos 284 como nome da marca?", voilá: era o número da saudosa loja "Das Lus", a original, na Vila Nova Conceição. Senti uma nostalgia aí... Quem diria, Daslu fast-fashion! Ponto pra eles e bom pra nós!

6 comentários:

Não Somos Apenas Rostinhos Bonitos disse...

Marilia,
Achei a idéia genial, até porque amamos a H&M e a Topshop, mas vamos combinar que os preços da "Daslú para menos favorecidas" não tem absolutamente nada de "yes we can"...rs!
Beijocas,

Claudia Pimenta disse...

oi marília! sinal dos tempos... bjs, querida!!!

Mário Araujo disse...

Rsrsrsr... Adorei seu post... Mas passei a noite com insônia pensando no "conceito maior" disso tudo... Adorei seu texto, concordo e discordo, mas precisamos tomar vários cafés e rodas mais pelo mundão para chegarmos a alguma conclusão... Anyway. Valeu a festa pela Naomi, linda e ela... Pobre da Fê, que deve ter se sentido como ser uma das concorrentes do Brazil Next Top Model na hora da eliminação. Hahahahahhahahaha!!!!

Marília disse...

araujo, tsc, tsc... maldade!!!
hahaha

nossa, muitos cafés e almocinhos "pense moda" pra matar a charada.

bjs

Mário Araujo disse...

eita, mas 1% dos consumidores de fast fashion têm o seu conhecimento e sua sabedoria para entender e usar roupa...

Isabel Cristina Joao Pedro Parron disse...

Aki ta a maior febre de fast fashion rsrsrs Viva a ROSS!!!